Sigilo bancário só deve ser quebrado para proteção do interesse público.

O C. STJ decidiu que o sigilo bancário é direito fundamental, passível de ser afastado apenas para a proteção do interesse público. Assim, a Terceira Turma definiu que é incabível a quebra desse sigilo como medida executiva atípica para satisfação de interesse particular.

Fonte: STJ. REsp 1951176

#sigilobancario #fomento #fomentocomercial #fidc #securitizadora #factoring #empresa #empresario #empreendedor #industria #comercio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *